Agricultura publica boletim técnico sobre método de multiplicação de fungos em substratos orgânicos

Pesquisadoras Gerusa Steffen (E) e Joseila Maldaner (D), autoras do boletim. (Foto: Divulgação/Ascom-Seapdr)

Um novo método, que reduz o tempo de produção de fungos do gênero Trichoderma sp. em substratos orgânicos, é tema do primeiro volume do Boletim Técnico – Pesquisa e Desenvolvimento publicado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, por meio de seu Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária. A publicação é assinada pelas pesquisadoras Gerusa Steffen e Joseila Maldaner, do Centro de Pesquisa em Florestas, em Santa Maria. O boletim está disponível em formato digital neste link.

Os fungos do gênero Trichoderma sp. apresentam caraterísticas agronômicas importantes, como o controle biológico de determinadas pragas e a promoção de crescimento vegetal. As pesquisadoras conseguiram elaborar um método que reduz o tempo de produção destes fungos, dos atuais três meses, para apenas 13 dias, fazendo a propagação dos fungos diretamente no substrato utilizado nas mudas florestais. “Conhecendo o comportamento do fungo em condições controladas, percebemos que poderíamos desenvolver um procedimento eficiente, simples e preferencialmente rápido para multiplicação do Trichoderma. Por sua praticidade, este método também pode ser reproduzido em viveiros de produção de qualquer tipo de muda, desde que tenham uma mínima estrutura para trabalhos de microbiologia”, conta a pesquisadora Gerusa Steffen.

Boletim traz resultados completos de trabalho de pesquisa e de desenvolvimento

Atualmente, o Centro de Pesquisa em Florestas conduz estudos com isolados de Trichoderma nativos do Rio Grande do Sul, para seleção de microrganismos que sejam adaptados às condições de solo e clima do Estado. “Este fungo é muito interessante pois beneficia não somente uma cultura ou um grupo de plantas, mas todas as plantas em geral. Pode ser utilizado tanto em grandes quanto em pequenas culturas, desde cultivos de grãos como soja, milho, trigo, arroz, até hortaliças, flores e espécies florestais”, detalha Gerusa. A pesquisadora ressalta que, apesar de ocorrer naturalmente no solo, é preciso aplicar o Trichoderma em ambientes agrícolas. “O uso contínuo e abusivo de fungicidas nos cultivos acaba prejudicando os fungos benéficos presentes no solo, tornando os cultivos ainda mais suscetíveis à ocorrência de doenças”.

Boletim técnico – Pesquisa e Desenvolvimento

O Boletim Técnico – Pesquisa e Desenvolvimento tem como objetivo divulgar resultados completos de trabalho de pesquisa e de desenvolvimento, na forma de artigos científicos, apresentando uma linguagem técnico-científica voltada para um público-alvo especializado, formado por pesquisadores, professores e estudantes de graduação e pós-graduação.

A edição deste boletim integra uma série de atividades referentes aos 100 anos da pesquisa agropecuária gaúcha, celebrado em 2019.

Por Elaine Pinto

Deixe uma resposta