Categoria: Agrotóxicos

Agricultura alerta para uso de “Mertin” contrabandeado nas culturas de arroz na Região Central

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) está organizando um evento para o início de agosto, a fim de esclarecer os produtores de arroz pré-germinado da Região Central sobre o uso indevido do agrotóxico Mertin. Há suspeitas de que alguns agricultores estão utilizando o produto, contrabandeado do Uruguai, que tem na sua composição hidróxido de fentina, substância usada para combater o caramujo presente nas lavouras da região. Em razão do uso inadequado, o produto foi retirado do mercado gaúcho pela empresa que detém a marca. O Mertin é indicado apenas para lavouras de sequeiro de feijão e algodão.
“Existem consequências graves para quem usa o Mertin contrabandeado, como processo criminal, embargo de área, entre outros. Estamos alertando os produtores para os riscos do seu uso inadequado e mostrar que não vale a pena arriscar e sofrer as consequências depois”, afirma o chefe da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários da Seapdr, Rafael Friedrich de Lima.